SERRAS PASTILHADAS CERMET/METAL DURO

PIONEIRA NO BRASIL NA PRODUÇÃO DE SERRAS CIRCULARES PASTILHADAS DE CERMET

As serras circulares pastilhadas da Sul Corte possuem em cada pastilha anos de experiência e estudos desenvolvidos para cada tipo de solução encontrada. A tecnologia utilizada pela Sul Corte oferece ao produto uma qualidade superior que garante maior produtividade e durabilidade da ferramenta. Nosso controle de qualidade está totalmente alinhado com nossa produção, onde todas as serras produzidas são rigorosamente analisadas para garantir os mais altos padrões de qualidade. A Sul Corte possui certificação 9001:2008 oferecendo qualidade total a seus produtos.

A Sul Corte possui um dos mais modernos centros de afiação do mercado, proporcionando alta qualidade de acabamento da superfície e das arestas de corte da pastilha. Além disso, contamos com sistemas robotizados que garantem maior produtividade e eficiência de nossas máquinas. Os nossos centros de afiação também permitem realizar re-afiações, garantindo uma maior vida útil das ferramentas.

QUALIDADE RIGOROSA EM TODAS AS ETAPAS DE FABRICAÇÃO

Em cada processo até a entrega do produto final, as serras são submetidas a rigorosos testes, para garantir os mais altos padrões de qualidade. A geometria de cada pastilha é criteriosamente desenvolvida pela nossa equipe de engenharia, aliado a isto o processo de soldagem por indução garante a melhor resistência na fixação da pastilha ao corpo da lâmina.

+ de 20

países já confiam na qualidade Sul Corte

TABELAS DE MÁQUINAS COMPATÍVEIS

Revestimento PVD

O PVD – Physical Vapor Deposition – é uma tecnologia utilizada para a deposição de filmes metálicos nos sobre diversos tipos de substratos. O processo é realizado sob vácuo onde os metais a serem depositados (zircônio, titânio, cromo) são evaporados. Graças a energia cinética e ao diferencial de potencial aplicado sobre a peça a ser recoberta, os íons metálicos são atraídos para a superfície do objeto a ser recoberto, onde se condensam, juntamente com um gás de processo, formando o revestimento desejado.

O PVD é indicado para produtos inovadores e que necessitam atender elevados padrões tribológicos (resistência a abrasão, a riscos, à corrosão e dureza superficial). A qualidade no revestimento de PVD da Sul Corte contribui significativamente para superar todas as expectativas. Com um método de trabalho voltado para alcançar a excelência máxima em todas as etapas do processo fabril. Em cada tipo de revestimento, está o resultado de anos de experiências em todos os processos de corte, na busca dos mais altos índices de qualidade existentes no mercado.

  • Maior durabilidade da ferramenta

  • Maior desempenho da máquina

  • Redução do tempo de máquina

  • Melhora na qualidade da peça cortada

Este tratamento aumenta a estabilidade das arestas de corte da ferramenta. A dureza elevada do revestimento proporciona uma proteção excelente contra o desgaste abrasivo e da erosão. É adequado para o corte de materiais com elevada carga de ruptura e aços inoxidáveis. Foi elaborado especialmente para satisfazer as exigências das velocidades de corte elevadas, graças inclusive ao baixo coeficiente de atrito.

As serras revestidas com tratamento Chrome oferecem uma excelente resistência ao desgaste e ao choque térmico, além de uma dureza superior que oferece um desempenho muito maior da ferramenta. Os excelentes resultados obtidos provam que a performance deste revestimento oferece maiores ganhos de produtividade.

A qualidade no revestimento de PVD da Sul Corte contribui significativamente para superar todas as expectativas. Com um método de trabalho voltado para alcançar a excelência máxima em todas as etapas do processo fabril. Em cada tipo de revestimento, está o resultado de anos de experiências em todos os processos de corte, na busca dos mais altos índices de qualidade existentes no mercado.

Medidas do Revestimento PVD

Cada revestimento produzido pela Sul Corte possui características próprias para atender exigências específicas de cada tipo de corte. Com o revestimento de PVD, as lâminas passam a oferecer uma excelente resistência ao desgaste e à temperatura, proporcionando um considerável aumento na dureza. Isto resulta em um desempenho melhor da ferramenta. Para isto, é necessário a aplicação do revestimento na proporção ideal conforme o diâmetro da lâmina.